Gazeta do Povo | Donation Tax to Reform FEPE (Portuguese)

Published March 29, 2015

Aproximadamente 340 crianças com deficiências são atendidas pela Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (Fepe). Além da escola, elas têm acesso a serviços da área da saúde, como psicologia, terapia ocupacional e fonoaudiologia. Todos os serviços são reunidos na sede da instituição, fundada em 1956. Nessas quase seis décadas de filantropia, o local precisa de reparos. Reformá-lo custa cera de R$ 2 milhões, dinheiro que a fundação não tem. Para isso, a Fepe lançou uma campanha para receber parte do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). Na declaração, é preciso selecionar “doações diretamente na declaração - ECA” e optar pelo fundo municipal, de Curitiba. Após pagar a Darf, uma cópia deve ser enviada para os emails projetos@fepe.org.br e mmargarida@fas.curitiba.pr.gov.br.

Robô do Erasto
O Hospital Erasto Gaertner pode perder o financiamento do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) para comprar um robô cirurgião. O custo do projeto é de R$ 15,6 milhões, e o hospital tem até terça-feira (31) para captar os 60% que lhe cabem para não perder a contrapartida governamental. A captação de recursos pode ser feita pelo Imposto de Renda de pessoa física ou jurídica, ou com doações diretas ao Erasto. Mais informações pelo (41) 3218-3300 ou 0800-643-4888.

Consciência Ambiental renovada
A Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) e a Fundação Pan-americana de Desenvolvimento (PADF) dão início em 2015 à segunda fase do projeto ConBio, que promove a conservação e consciência ambiental na cidade de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. Com objetivo de preservar e expandir a floresta de Araucária, o projeto atingiu cerca de 4.200 moradores em sua primeira etapa, entre 2012 e 2014. Nesse tempo foram realizadas visitas técnicas, reflorestamento com espécies nativas e estudos para implantação de áreas de conservação. O ConBio é financiado pela Caterpillar.

Memória da ditadura
O advogado René Dotti profere nesta terça-feira (31) uma palestra sobre a ditadura militar brasileira. Autor do livro Memória da Resistência Civil – Da ditadura militar à democracia civil, o jurista e professor irá discorrer sobre a importância da manutenção da memória sobre o período e suas consequências para a história do país. “A experiência nos mostrou o comando dos militares como altamente prejudicial tanto do ponto de vista dos direitos humanos quanto da própria organização do Estado”, resumiu Dott, segundo informações do Centro Universitário Unibrasil, que recebe o evento. A organização é do programa de mestrado em Direito da instituição. A palestra será às 19h30, no auditório René Dotti. A Unibrasil fica na Rua Konrad Adenauer, 442, no Tarumã.

Óleo de cozinha
Jogar óleo de cozinha no lixo ou pelo ralo é um terror para a natureza. Muita gente sabe disso, e armazena o material corretamente em garrafas pet. Mas e depois? Uma nova opção para os paranaenses é descartá-los nas unidades do supermercado Condor de Santa Felicidade, Pinheirinho, Nilo Peçanha e Água Verde , em Curitiba; Uvaranas e Nova Rússia, em Ponta Grossa; Araucária; e Paranaguá. Cada um desses locais conta com um posto para recolher a fritura. A reciclagem fica por conta da marca de óleos Liza.

Leve Curitiba com um clique
Caneca de capivaras, guarda-sol do João Turin, almofada de petit pavê. Vendidos nas lojas Leve Curitiba, esses souvenirs curitibanos agora estão a um clique de distância. Isso porque o Instituto Pró-Cidadania de Curitiba (IPCC) lançou neste domingo (29) uma versão e-commerce da loja, com mais de 200 opções que podem ser comprados no site www.levecuritiba.com.br. Para o lançamento, alguns produtos estarão em oferta. Os itens custam a partir de R$ 5.